WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


abril 2020
D S T Q Q S S
« mar   mai »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
blog do marcelo

camaravc

unimed

:: 21/abr/2020 . 18:04

Ilhéus e Itabuna preocupam o Governo do Estado

18-05-39-Rui-garante-compra-de-novos-respiradores-para-o-Sul-da-Bahia-e-reforça-uso-de-máscaras-360x240

Os números assustam a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, tanto é que o titular da pasta, Fábio Vilas Boas, vem fazendo alertas aos baianos da região sul, principalmente os moradores de Ilhéus e Itabuna, onde o número de infectados é crescente.
Hoje, feriado nacional, o governador Rui Costa manteve contato virtual com os prefeitos da região sul e assumiu compromissos, conforme matéria enviada pela assessoria da Sesab: :: LEIA MAIS »

Hospital de Campanha no antigo aeroporto

LEANDRO FONSECA

A ideia partiu do engenheiro civil Leandro Fonseca e foi encaminhada ao prefeito Herzem Gusmão que deverá avaliar a sugestão.
Leandro fez parte do Conselho Consultivo que apoiou o prefeito municipal nas eleições de 2016 e que deveria ser extinto logo após o resultado eleitoral que deu a vitória ao atual gestor, mas o próprio prefeito pediu ao grupo de apoiadores que permanecessem juntos para serem consultados quando preciso. :: LEIA MAIS »

Caixa e Sebrae impulsionam pequenas empresas com R$7,5 bilhões

sebrae-e-caixa-firmam-acordo-para-ampliar-o-acesso-de-pequenos-negocios-a-credito-2_compress58

A Caixa Econômica Federal e o Sebrae formaram um parceria para socorrer às pequenas e microempresas, e também os cadastrados no MEI. A intenção é dar fôlego a esse importante setor que movimenta a nossa economia.
O acesso ao dinheiro é explicado com detalhes a partir da leitura desta matéria que nos foi enviada pela assessoria do banco que é a cara do povo brasileiro: :: LEIA MAIS »

Acumulando

SAVE_20200421_173826

Por Edvaldo Paulo de Araújo

A história humana remonta a milhares e milhares de anos. Desde todos os tempos, o homem vem aprendendo, desaprendendo, apanhando, ao longo do tempo, por sua falta de consciência e seu espírito destrutivo e ainda muito brutal.
Desde os tempos e tempos, que o homem adquiriu uma forma de autoproteção, a acumular alimentos, reservas, prevendo a escassez, dias difícieis, secas, doenças, imprevisibilidade dos tempos. Esse hábito foi-se tornando maior, foi ficando cada vez mais amplo e às vezes incontrolável.
O que mais me chama por demais a atenção não é apenas o acúmulo de riquezas, bens materiais, mas um acúmulo íntimo de diferenças destrutíveis. Vejo famílias sendo destruídas por diferenças guardadas, raivas, ciúmes, malquerenças, tudo no acúmulo íntimo de cada pessoa.
Numa relação de amor, vejo casais, que vão acumulando diferenças, pequenos desgostos, palavras ditas em momentos difícieis, gestos mal interpretados, mas o pior é o seu acúmulo, é guardar esses sentimentos negativos como se fossem um bem precioso, que faz infelicidades, destrói relação, simplesmente porque guardou, ressentiu, não perdoou, não esclareceu e, quando o casal acorda , o que existe são duas pessoas; que com a derrota de um, o outro se sentiu vitorioso, como se disse “toma, coisa boa!”, num jargão popular. :: LEIA MAIS »

A dialética da malandragem na política interiorana

imagem box de assinatura J Rodrigues Vieira Agito Geral

* Por J Rodrigues Vieira

Depois de observar participando de umas tantas campanhas eleitorais, noto: qualquer coisa que represente uma quebra de paradigma na política interiorana, quando não desacreditada e derrotada em seu desejo de nascer, deixa-se ser cooptada pela velha tradição que, anos após anos, se repete numa fórmula que mantém frequências que se repetem de eleição em eleição: a dialética da malandragem.

Toda estrutura política interiorana se desenvolve na linguagem do senso comum. Essa linguagem fácil e corrompida, serve apenas para perpetuar interesses nada coletivos de uns poucos que preservam um aparente status de poder sobre coisas e pessoas: pequenos grupos, geralmente consociados entre os que detém melhores condições econômicas, sociais e, medianos conhecimentos intelectuais, que se reúnem em torno de interesses, meramente de perspectivas pessoais e produzem uma rede de “dizquedizque” para convencer os mais desafortunados e menos informados. :: LEIA MAIS »

alessandro tibo


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia