WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia engenhar construtora PMVC vittasaude HSVP hospital sao vicente santa casa

maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
blog do marcelo

camara de vitoria da conquista

atlanta veiculos

unimed

pinheiro plantas

Bruno Portela, Head da Bahia Eventos: “O FIB está mantido, movimentando a economia da cidade!”

Esteve ontem, 24, em nosso programa Agito Geral, na rádio UP!, o responsável pela gestão do Festival de Inverno que chega a sua 18ª edição de forma ininterrupta. Bruno Portela, que podemos defini-lo como o Head da Bahia Eventos, conversou conosco sobre o que significa realizar uma festa desse tamanho, dessa magnitude, sobre o custo das atrações, a logística, a segurança e trouxe também a preocupação de que os produtores de eventos precisam se unir para que o mercado se adeque e todos possam ganhar, não apenas no quesito lucro, mas que o resultado final seja aquilo que o público espera.

“Em 2023 o Brasil realizou aproximadamente 30 novos festivais, em 2024 nenhum deles retornarão, não foram anunciados, ficaram apenas os tradicionais, dentre eles o Rock In Rio, o Lola, Festival de Verão e o Festival de Inverno, ou seja, existe uma crise no mercado, o dinheiro está curto. O FIB tem um compromisso com a cidade, não podemos faltar com a confiança que a cidade tem conosco”, diz Bruno, que já festeja o resultado das vendas até o presente momento.

xxxxxxxxxxxx

Dentre as atrações anunciadas, constam os nomes de Ana Castela e Jão, dois campeões de bilheteria em todo o país, e foram sugeridos pelo público jovem que identificam com a linguagem das duas atrações. :: LEIA MAIS »

Carta a um amigo Petista

Por Oscar Barreto*

 

O interessante amigo Petista que preservo aqui o seu nome, é que no início de nosso debate, já concordávamos com várias coisas, pois você tem toda a razão quando critica fervorosamente e eu faço coro, aos políticos brasileiros do PMDB do DEM do PSDB, o do antigo PRN, do PL, da União Brasil, sempre maldiz dos industriários, dos latifundiários do agronegócio, dos grandes comerciantes, dos empreiteiros, dos incorporadores, dos banqueiros e de outros tantos poderosos, como sendo os responsáveis pela destruição ambiental e ainda critica as grandes economias, a quem eu também o acompanho, como os maiores destruidoras do mundo que aí está, pois são os devoradores de planeta, tanto os EUA, China, Inglaterra, França, Alemanha, Japão, Itália, Rússia, Holanda, Canadá, Australia, Índia, assim como todos os demais países, que tem as metas de crescimentos de PIBs independente de Ideologias.

Existem apelos para esquecermos a condenação nessa hora de dor no Rio Grande do Sul, aos verdadeiros criminosos por essa tragédia e só nos concentrarmos em salvar os seres, naquela região mais ao sul do país. Todavia, com a falta de escrúpulos dos políticos e empresários, em insistir desrespeitar e agredir a natureza, ocupando onde se devia ser intocável, seja na cidade como no campo, não podemos ficar em silêncio!

Mas essa ganância que leva a mortes e traumas, como acontece com a irresponsabilidade de empresários e políticos gaúchos, como o governador Eduardo Leite, que cortou e alterou 500 pontos do Código Ambiental do RS em 2019, como também do prefeito atual atual, Sebastião Melo, assim como todos prefeitos e governadores anteriores, que negligenciaram a questão ambiental e seus riscos de enchentes, mas que sirva ao menos de alerta á população para entender porque chegamos a sentir muito mais calor, a assistir queimadas para além do que já se viu e ainda viver dramas de mais inundações, sintomas que decorrem das péssimas administrações, que consideram a questão do meio ambiente, a parte da vida humana.

Toda questão climática se torna ainda pior, quando se junta a quimera vergonhosa dos Bolsonaristas, que há pouco estavam envolvidos no combate contra a vacina, que ajudou a estancar mais setecentas mil mortes, durante a propagação do vírus da Covid e agora, criam notícias falsas, em meio ao desespero em busca de sobrevivência de centenas de milhares de gaúchos, se já não bastasse o ridículo e criminosos negacionismo ambiental, que ronda como uma premissa dessa insanidade coletiva da extrema-direita, vulnerabilizando ainda mais a causa ambiental, refletindo negativamente nas votações, quando o tema se refere ao meio ambiente no congresso nacional ruralista.

O pedido para a população votar em políticos que estão preocupados com o futuro da vida dos seus filhos, em um planeta cada vez mais doente, é irônico, se a população não sabe nem o que consome para a deterioração da sua saúde, se intoxicando com o consumo de Glifosato Aldicarbe, paraquate, Diurom, Picloram e Carbofurano em seus alimentos e o que a população sabe sobre as diversas PEC, PL, MP, Decretos que foram ou estão para ser aprovados pelos congressos, sob uma venda das instâncias das justiças e d governos, nesse eterno retrocesso ambiental?

A MP 901/2019, doa terras da União aos estados do Amapá e Roraima reduzindo as áreas de unidades de conservação, retirando da Floresta Nacional de Roraima um trecho de aproximadamente 5 mil hectares, além de alterar o Código Florestal, diminuindo de 80% para 50% a Reserva Legal nos Estados da Amazônia.

A PL 2.159/2021, flexibiliza as regras de Licenciamento Ambiental tirando o papel regulador do Estado em relação a obras impactantes para o meio ambiente e facilita a atuação de grandes empreendimentos, aumentando o seu potencial de destruição dos biomas brasileiros a partir de atividades predatórias, como obras de infraestrutura e produção de energia.

A Medida Provisória 1150, ameaça o futuro da Mata Atlântica, fragilizando legislações que a protegem. Possibilitando dessa forma o desmatamento em áreas de risco e desprotegendo Unidades de Conservação (UCs) desse bioma que foi o mais destruído no país e que só restam 12% da sua área original.

A PEC 03/2022 que propõe a extinção e retribuição das áreas de marinha para áreas de domínio pleno dos estados e municípios, também para os ocupantes inscritos na SP, os foreiros ou domiciliados que já estejam ocupando áreas a pelo menos cinco anos desta emenda ou que foram cessionários pela união.

A PEC 05/2021 que altera a composição do conselho nacional do ministério público (CNMP) podendo o congresso revise ou anule atos do ministério público que resultará na fragilização na proteção ao meio ambiente.

A MP 910/2019, que é chamada de MP da grilagem é a Medida Provisória que permite que terras públicas sem destinação com até 2.500 hectares se tornem propriedade de quem as ocupou, mesmo que irregularmente.

A PL 5544/2020 autoriza a caça esportiva de animais no território nacional.

O Decreto nº 10.147, que inclui Programa Nacional de Desestatização (PND) do Governo Federal os Parques Nacionais, unidades de conservação que poderão ser concedidas à iniciativa privada, como os parques dos Lençóis Maranhenses, de Jericoacoara e de Foz do Iguaçu.

Por observar todos os partidos que foram oposição ao PT ao longo de anos, como os principais agentes a serviços do empresariado para a destruição da natureza do país, apesar do lamentável apoio Petista á muitos desses projetos, que eu não sabia se era o momento de fazer essa publicação, além de estarmos em meio a essa hecatombe que ocorre no Rio Grande do Sul, que vale a crítica a quem desejar, mas a minha inquietude e ponderação era que muitos como você até essa carta, não respondem sobre que é também o PT e sua relação com o meio ambiente e podia ser hora de aproveitar e mostrar um lado sombrio da visão cruel em relação ao meio ambiente.

Responsabilizar o inominável governo anterior é de fato uma verdade inquestionável, mas é como responsabilizar a faminta raposa pela óbvia morte das galinhas no galinheiro sem portas. Mas por que tantas aves ainda morrem?

Será que é pela falta de leitura? Por simples ignorância? Será que é por uma evidente e conveniente alienação? Será que é pela falta de análise crítica e as únicas fontes de informações que se tem vem da imprensa que nos levam como marolas de acordo com quem são seus maiores anunciantes?  

O desesperador para quem vive observando a sexta extinção em massa no ritmo frenético, varrendo terras e mares pelo mundo afora, é não saber como mudar o remo do barco, pois se ao menos algumas perguntas buscando entendimentos, nem que sejam ao nosso pensamento, o silêncio não fosse mais a maior resposta, poderíamos entender o indecifrável vácuo, que afinal poderia ser preenchido, dessa maneira, não chamarmos todos nós de cúmplices em primeira estância desse cataclisma.

Assim, a não publicação do texto nesse momento, é como algo que faltará em futuras análises e com a presunção que representará um dia a resposta para o esquecimento, os quais nos confortaremos na dúvida de sermos simplesmente desinformados, tragados na lembrança da abrangência de eventos simultâneos passados e não sermos o que tanto se assiste: hipócritas ou cínicos. Mas seria melhor assim?

Veja os exemplos em relação aos governos anteriores do PT, que entre idas e vindas concordamos ser o menos pior dos piores entre todos os demais governos no Brasil. Contudo, quais são as respostas para vários e vários outros desastres contra o meio ambiente?

No governo Dilma, o que significou a alteração do código florestal? Projeto tão enaltecido e que foi engajado de corpo e alma pela presidenta e seu ministro do meio-ambiente, a favor de sua aprovação e qual a consequência para as atuais inundações pelo Brasil, já que segundo esse projeto de lei aprovado no Congresso permite que as prefeituras decidissem arbitrariamente sobre o uso de florestas, matas ciliares, nascentes, dunas, praias, manguezais, entre outras áreas de preservação permanente. Em relação as mesmas APP, nesse código alterado, a largura deixou de ser pelo ponto máximo da área úmida do rio, lagos, lagoas, para o ponto mediano, que representou uma grande perda para de áreas de absorção necessária para controle de um corpo hídrico. :: LEIA MAIS »

1º Encontro de Pets acontece neste domingo (26) no Boulevard Shopping


Os tutores podem levar seus pets
para aproveitar a programação especial e gratuita que contará com desfile, distribuição de brindes, hidratação de patinhas, dentre outras atividades

Os tutores e apaixonados por pets de Vitória da Conquista têm um encontro marcado no final de semana. O Estacionamento lado A do Boulevard Shopping recebe neste domingo (26), das 14h às 17h, o 1º Encontro de Pets. O evento é gratuito e aberto ao acesso de pets de pequeno e médio porte, desde que estejam com guias. O objetivo é garantir a segurança de todos os presentes.

Pensada para garantir a diversão, socialização e bemestar dos bichinhos, a programação vai promover diversas brincadeiras e atividades como desfile pet, distribuição de brindes, petiscos, hidratação de patinhas, fichas para vermifugação e penteados. Vale destacar que os tutores devem se responsabilizar pela água e saquinho de coleta dos seus pets.

Além disso, o evento é uma realização em apoio à Ong4 Patas, que auxilia animais em estado de vulnerabilidade em Vitória da Conquista. Durante o Encontro, serão arrecadadas doações de ração, roupinhas, brinquedos e camas para os pets assistidos pela instituição. :: LEIA MAIS »

Homenagens ao Coronel Ivanildo: debaixo daquela farda batia um coração de menino, de um ser humano que não conteve as lágrimas.

O 9º Batalhão, sediado na Avenida Brumado, esteve movimentado para bater palmas, aplaudir e homenagear um dos mais destacados militares da história da nossa PM, fidelíssimo a bicentenária instituição, como ele próprio diz: “eu já nasci policial militar, pois o meu velho pai já me inspirava dentro de casa como homem da farda”.

As homenagens vieram de todos, dos mais antigos, já aposentados, colegas que vivenciaram os anos iniciais da sede do 9º Batalhão, ainda com um campinho de terra e hoje transformado num belíssimo tapete sintético.

Banda de Música, hino garbosamente cantado por todos, pelotões fardados, foi um verdadeiro desfile cívico homenageando um colega que se aposenta depois de cumprir a sua saga de amor à polícia e que soube comandar sem ser chefe, mas sim um líder inconteste que soube ter a tropa do seu lado.

A comunidade conquistense também esteve ao lado do Coronel Ivanildo, ou melhor, continuará com ele, pois enxergou nas suas ações uma gestão humanizada, aproximou a PM da população com projetos edificantes, culturais, como o projeto Pôr do Sol, no Cristo de Mário Cravo, a Patrulha Solidária, que ganhou a confiança da sociedade e serve de exemplo para todas as polícias do Brasil. :: LEIA MAIS »

Ex-vereador Vivi Mendes, um dos símbolos da política de Vitória da Conquista, partiu na manhã de hoje.

Tive a honra e o prazer de ser seu colega de Câmara, quando cumprimos juntos, de 1982 a 1988, os mandatos que os conquistenses nos outorgaram. Fomos também do mesmo partido, o honrado PMDB, de Ulysses Guimarães, de Pedro Simon, Pedral, Sebastião Castro, Jadiel Matos, Murilo Mármore, Elquisson Soares, Zé William, Bira Mota e tantos outros que souberam honrar essa sigla libertária, que abriram os caminhos para a redemocratização do país.

Vivi faz parte de uma família tradicional de nossa cidade, mas sempre manteve uma vida simples, junto ao povo, seu cotidiano sempre foi buscando resolver as demandas do homem do campo, da zona rural, principalmente da região da Limeira e do Capinal, onde tinha os seus pés fincados.

Perdemos um filho ilustre, ficou um vazio no meio da política conquistense, também fica o legado de um homem correto, probo, voltado para o exercício da boa política.

Vá com Deus, Vivi Mendes.

Dona Edi Teles: 99 anos de uma vida dedicada aos familiares, à Nossa Senhora das Vitórias e aos amigos. Parabéns, ilustre senhora!

Ela é uma fervorosa devota da nossa padroeira, Nossa Senhora das Vitórias, assim como a Santa, é uma mulher acolhedora, sempre trouxe sob os seus braços, filhos do mundo, pessoas simples, anônimas, sempre teve uma palavra de carinho para todos que chegavam ao imenso casarão, ali na praça da Escola Normal, onde hoje é o prédio José Capitulino Teles, uma homenagem ao patriarca da família que partira tão cedo. Naquela mesa imensa que ficava na cozinha sempre cabia mais um amigo dos seus filhos que chegavam propositadamente na hora do almoço.

Mulher distinta, educada, de fino trato, com a voz serena, terna, quase inaudível, e o sorriso sempre estampado no rosto, como se dissesse ao mundo: “calma, tudo se resolverá!“. :: LEIA MAIS »

Supermercados, Farmácias e Postos de Combustíveis: em Conquista brotam do chão, literalmente.

Disponha de um tempo e circule pelas ruas da cidade e tente contar nos dedos o número de supermercados, farmácias e postos de gasolina que são abertos ou edificados quase que semanalmente na capital do sudoeste da Bahia. É surpreendente! É sinal de que os três segmentos dão lucro, e muito lucro, e o conquistense é um povo empreendedor, gosta de investir e sabe exatamente como fazê-lo.

Postos de combustíveis, por exemplo, nos anos 80, quando eu exercia o meu mandato de vereador, chegavam ao nosso legislativo pedidos de abertura de “posto de gasolina”, só que a legislação era dura, diria até severa, mas existia uma sociedade vigilante, que cobrava dos vereadores o cumprimento das leis. Isso não significa que os atuais vereadores sejam coniventes com o que acontece no cotidiano do nosso município.

Tínhamos o Posto Bandeirantes, na Rio Bahia, na mesma avenida os postos Apache e Nova Canaã, sem esquecer o Tigrão.

Mais para o centro, onde funciona a Banca Central, tínhamos um tradicional, que não me lembro a bandeira; descendo a Caixa Econômica, mais um, que permanece até hoje .

Veio o moderno e arrojado Posto Aline, acompanhado de muita polêmica, exatamente por estar próximo a Escola Normal.

Hoje temos uma infinidade de postos, todos moderníssimos, dotados de Lojas de Conveniência, que se tornaram “Point” da juventude.

xxxxxxxxxxxx

Lembramos com carinho e com orgulho da rede Superlar, iniciativa do empresário Pedro Moraes, que teve como sócio o Sr. Edmundo Cardoso. O Superlar chegou a ramificar para outras cidades, virou uma referência da pujança dos empreendedores conquistenses. :: LEIA MAIS »

Retomada do Perse movimentará economia e dará transparência aos investimentos públicos, avalia Leo Prates


O deputado federal Leo Prates (PDT-BA) participou nesta quarta-feira (22), em Brasília, da cerimônia de assinatura da lei que retoma e reformula incentivos do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse). O texto estabelece um teto de R$ 15 bilhões para os incentivos fiscais, com validade até dezembro de 2026, e beneficia empresas de 30 tipos de atividades econômicas do setor, incluindo às ligadas ao turismo, cultura e esporte.

“Além de fomentar vários setores da economia, o Perse traz mecanismos de controle para evitar o uso indiscriminado dos recursos e garantir a gestão fiscal responsável. É a eficiência na aplicação dos recursos públicos”, avaliou Prates.

Entre as empresas que podem ser beneficiadas estão as que operam no ramo de hotelaria; serviços de alimentação para eventos e recepções (bufês); aluguel de equipamentos recreativos, esportivos, de palcos; produção teatral, musical e de espetáculos de dança; restaurantes e similares; bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas; cinemas; agências de viagem; além de atividades de jardins botânicos, zoológicos, parques nacionais, reservas ecológicas e áreas de proteção ambiental, parques de diversão e parques temáticos, entre outras.

Médico conquistense Aloísio Alan é convocado mais uma vez pela CBF para servir à Seleção Sub-15.


Meus amigos, de primeiro a nove de junho, portanto, no nosso mês de junho que se aproxima, nosso querido conterrâneo conquistense, o médico ortopedista Aloísio  Alan, que é apaixonado por futebol, não apenas como torcedor do Vasco da Gama, mas também como admirador do esporte rei, se especializou em medicina esportiva.

Por seu merecimento e, sobretudo, pela sua especialização e vocação como desportista, ele quer sempre estar dentro das quatro linhas, embora já não consiga mais correr atrás da bola devido às demandas diárias de sua profissão. Ele gosta de ficar ali no banco, acompanhando a diretoria do Serrano e depois do Vitória da Conquista. Atualmente, ele é dirigente e um dos médicos da Seleção Sub-15, o que nos honra muito. Esse é um prêmio não apenas para ele, mas também para Vitória da Conquista.

O presidente da CBF é nosso querido amigo Ednaldo Rodrigues, conhecido de todos e que saiu aqui do bairro do Alto Maron, do Campinho de Guerra do Estado, Edvaldo Flores. Ele foi também um notável dirigente da CBF a nível Bahia e ascendeu ao cargo máximo do esporte nacional. Ao jovem médico Aloísio Alan resta-nos parabenizá-lo e desejar-lhe muita boa sorte, à frente da nossa seleção canarinha Sub-15 esperamos que ele desenvolva seu trabalho com responsabilidade, conhecimento e vocação, como sempre fez, que ele traga resultados para o nosso futebol, que sempre foi o primeiro no ranking internacional. Embora ultimamente não estejamos tão bem, tenho certeza de que voltaremos ao topo. Aloísio Alan, boa sorte, parabéns e cumpra sua missão como sempre fez ao longo da sua vida.

Festival de Inverno: prepare-se, o frio está vindo aí, mas antes disso tem o Esquenta dia 25.

Neste instante, eu me encontro no Parque de Exposições de Vitória da Conquista, onde, em agosto, teremos mais uma edição do Festival de Inverno Bahia, sem dúvida alguma, um dos principais eventos de entretenimento, lazer, música e negócios, além de relacionamento. O Parque vai se transformar realmente em uma sala de visitas. Esse imenso quintal, que está aqui no centro da cidade, é também uma das nossas mais belas lembranças afetivas, porque aqui eram realizadas as principais festas de Exposição de Vitória da Conquista. Perdemos isso por algum tempo, mas agora retorna com força total.

Voltando ao nosso festival, estamos na expectativa. O esquenta, na verdade, é um pré-lançamento da festa, onde você terá acesso doando alimentos que serão oferecidos aos nossos irmãos sulistas que estão passando por essa tragédia climática que se abateu sobre aquele estado. Portanto, meus amigos, o Festival de Inverno Bahia vem aí com tudo.

Já estamos vivendo um clima frio, com uma pequena neblina aparecendo hoje, indicando que o Festival de Inverno Bahia será realmente frio. Frio na temperatura, mas com um clima de calor humano nas emoções, no prazer da nossa juventude, do povo baiano, do povo brasileiro que virá para nossa cidade em agosto. Podem ter certeza de que será um grande calor humano refletido em tudo isso. Serão várias atrações se apresentando no Parque de Exposições e, naquela noite, dia 25, teremos também as últimas apresentações das atrações que farão parte do palco principal do nosso Festival. :: LEIA MAIS »

alessandro tibo


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia