3787104A-12CF-4EAF-8842-37CAD55266EB

Foi assim que o ex-prefeito Guilherme Menezes começou a sua fala depois de ver o plenário da Câmara pedir a sua volta para candidatar-se à prefeito de Vitória da Conquista. Sem dúvidas é um clamor que entristece futuros pretendentes a chegar à cadeira hoje ocupada por Herzem Gusmão.

A plenária convocada pelo deputado Jorge Solla e apoiada pelo ex-prefeito, além dos vereadores Valdemir Andrade e Márcia Viviane, teve o propósito de manter junto à militância a necessidade de dizer para os quatro cantos da cidade que Lula precisa estar livre, e com este mote a militância ganha força e entusiasmo para as eleições de 2018, primacialmente para eleger Jorge Solla e Marcelino Galo, apresentados como seus candidatos.

Nem todos apoiam, não vimos lá, por exemplo, o ex-vereador Florisvaldo, Edvaldo Alves e outros nomes do staff petista. As ausências não significam que não apoiarão, mas os indícios são esses. O vereador Coriolano Moraes esteve por lá, mas apenas para ser visto, o seu apoio já foi definido para Fabrício Falcão e para Josias Gomes, estadual e federal, respectivamente.

Guilherme continua fortíssimo dentro do núcleo petista, não sabemos é se pretende disputar mais um mandato. Solla respira aliviado, terá um palanque em Conquista.