WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia engenhar construtora PMVC vittasaude HSVP hospital sao vicente santa casa


março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
blog do marcelo

camara de vitoria da conquista

atlanta veiculos

unimed

pinheiro plantas

:: 31/mar/2024 . 15:35

V Semana Jornalismo Importa será em abril


Entre os dias 8 a 12 de abril, vai acontecer a V Semana Jornalismo Importa: Ensino, Mercado e Pesquisa, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), em Vitória da Conquista. Além dos cinco simpósios com mesas redondas e dez oficinas, o evento terá a apresentação de trabalhos acadêmicos, e as inscrições estarão abertas até 30 de março na plataforma Even3.

De acordo com a professora Carmen Regina de Oliveira Carvalho, também coordenadora do curso de Jornalismo, a quinta edição da Semana Jornalismo Importa é o amadurecimento de um evento que tem como proposta fazer a aproximação entre o conhecimento acadêmico e o mercado e uma reflexão sobre a formação dos jornalistas na atualidade. “Ao longo dos anos, foi possível ir aperfeiçoando essa ação de extensão e, neste ano, quando o curso de Jornalismo da Uesb completa 26 anos, apresentamos uma projeto mais completo com debates de temas atuais sobre jornalismo, oficinas de interesses de estudantes e profissionais e a promoção do compartilhamento do conhecimento científico.

O evento terá cinco dias de duração, com cinco simpósios, sendo que em cada um haverá duas mesas redondas. No primeiro dia, 8 de abril, das 8h às 12h30, no Teatro Glauber Rocha, o Simpósio “Jornalismo como Forma de Transformação Social” abrirá os trabalhos, com as presidentas da Federação dos Jornalistas do Brasil (Fenaj) e da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo ( Abraji), respectivamente, Samira de Castro Cunha e Kátia Cilene Brembatti. Também estará na mesa o presidente da Sociedade Brasileira de Pesquisa em Jornalismo, Felipe Pontes, e o presidente do Sindicato dos Jornalistas da Bahia, Moacy Neves. Felipe Pontes ainda será responsável
pela conferência de abertura com o tema “}As transformação do Jornalismo na Atualidade”.

O segundo simpósio, dia 9 de abril, “O futuro do jornalismo será local”, terá a mesa Jornalismo Independente com a participação de Anderson Couto, da Agência Mural; Anderson Santana, jornalista da Paraíba, Vitóri Jumapili da Agência de Jornalismo; e Lucas Cavalcanti, da Agência Tatu. A mesa seguida, a partir das 10h30, haverá a mesa “Jornalismo Local” com Gabrielle Vilas Boas, do site Entre Becos; Tiago Marques,
Agência Sertão; Victória Lôbo, do site Conquista Repórter; e Leila Costa. No dia seguinte (10/04), acontecerá o simpósio “Ensino e Pesquisa em Jornalismo”, também com duas mesas, a primeira de “Ensino de Jornalismo” das 8h às 1oh, com os professores Flávia Mota (Uesb) e Marcelo Bronosky (UEPG). Já na segunda discussão o tema será o “Desenvolvimento das Pesquisas em Jornalismo”, com os professores Marcus Lima (Uesb) e Rafael Bellan (UFES). A partir desse dia, as atividades pela manhã serão no auditório do Cap (Centro de Aperfeioçamento) da instituição.

No penúltimo dia, 11 de abril, será a vez do simpósio “Combate à Desinformação e
Educação Midiática”. Na primeira mesa, a discussão versará sobre “Desinformação e
Plataforma de Redes Sociais”, com os professores Gilberto Scofield Jr, da UFRJ, e
Hayaldo Copque, da Uesb. Logo em seguida, haverá a mesa redonda “Checagem e Educação Midiática”, com a professora Marta Alencar (UFMA) e jornalista Victor Terra (Lupa). No quinto e último dia, (12/04), sexta-feira, o evento terá o simpósio Audiovisualidades, das 8h às 12h, tendo como convidados na mesa de abertura o documentariasta Nilmar Lage e a professora Claudiane Carvalho (UFBA). Em seguida, será realizada a mesa Multiplataformas, das 10h30 às 11h45, com o comunicador
Matheus Boa Sorte, do Canal Viajante, e a jornalista Natalie Pacheco, mestranda da
Fiocruz). O encerramento do evento será ao meio dia com atividades artísticas. :: LEIA MAIS »

Dudé comemora contas aprovadas pelo TCM sem ressalvas

O vereador Carlos Dudé, católico praticante, levantou cedo, “lavou o rosto”, tomou um gole de café e seguiu para a praça Sá Barreto, onde encontrou milhares de fiéis de todas as paróquias de Vitória da Conquista e juntos subiram a íngrime ladeira do Cruzeiro com destino ao Cristo fincado na Serra do Piripiri, uma obra do baiano Mário Cravo, com 33m de altura, simbolizando a idade de Jesus Cristo, o filho de Deus.

Dudé, como cristão, procura cumprir o seu mandato agindo corretamente, trabalhando pela população, fazendo justiça aos votos que recebera, se não me engano, por três vezes consecutivas, o que fez dele um vereador de destaque junto aos seus pares, e por sê-lo tornou-se presidente da Câmara em duas oportunidades.

Dudé estava bastante feliz por ser julgado pelo TCM e ter as contas aprovadas por unanimidade, sem ressalvas, durante o ano de 2022. :: LEIA MAIS »

Deputado Waldenor sobre a duplicação da Rio Bahia: “prezado Massinha, essa pauta é prioritária para o nosso mandato!”

Já sabemos que a duplicação da Rio Bahia é uma novela de vários capítulos, intermináveis, e parece que não findará nunca, principalmente se a principal vilã, a Via Bahia, não for punida.

Na quinta-feira, 28, em mais uma das suas mensagens de esperança de que um dia o pleito de todos nós será atendido, Zé Maria Caires, do Duplica Sudoeste, trouxe um alento, no qual ele diz: “está muito próximo de um acordo. Irá para o Senado o julgamento, assim que aquela Casa votar e aprovar, as obras começarão em junho, portanto, procure os senadores que você conhece, pede pra eles votarem”.

Assim que li a mensagem, entrei em contato com deputado Waldenor Pereira e falei da importância dessa obra para toda região sudoeste: “Nonô, meu amigo, veja a importância que representa a duplicação da Rio Bahia para nossa cidade e toda região sudoeste. Você como bom articulador, procure os senadores Wagner, Otto e Angelo Coronel, todos da base do governador Jerônimo Rodrigues, converse com os três, que por sua vez buscarão apoio aos seus colegas no Senado. Deputado, esse é o momento oportuno. No mesmo dia o deputado Waldenor nos respondeu, destacando que a duplicação da Rio Bahia é uma das prioridades do seu mandato, cuja resposta publicamos a seguir: :: LEIA MAIS »

Partiu uma lenda da cultura baiana, Carlos Limongi, que foi esquecido pelos pseudo idealistas

Uma das figuras mais emblemáticas da nossa cultura, um andarilho, perambulava pelas ruas de Conquita tendo ao lado um alforge, onde levava cds de grandes nomes da nossa música que a grande música não mostra, infelizmente.

Um nômade? Sim, isso mesmo, corria trecho, andava pelas ruas da cidade, não em busca de reconhecimento, era o prazer que tinha em pisar no chão que deixou sua marca nos tempos que aqui morou. Limongi, querido, você juntou Elomar, Xangai, Vital Farias e Geraldo Azevedo, e o quarteto encantou o Brasil em suas apresentações. Eu o via adentrando o Centro de Cultura, entrava, saia, sempre com o seu alforge, ou embornal, carregado de cds de artistas consagrados ou emergentes que ninguém ouve nas rádios. Talvez, caro amigo, você ia ao Centro de Cultura em busca de uma pauta que nunca conseguiu.

Você fez a sua parte, Limongi, você cumpriu com o seu mister, não sei se os seus conterrâneos, parceiros de andanças, lhe foram recíprocos. :: LEIA MAIS »

alessandro tibo


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia