WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
blog do marcelo

camara de vitoria da conquista

unimed


“Hoje é dia do trabalho, não é do trabalhador”, contesta Cassiano Ribeiro, o “Coronel Cassu”

7AA926A0-5C68-4DD6-B748-FBCD8D763C8B
Ele mesmo se autointitulou de Coronel Cassu e é assim que todos o chamam, é assim que todos se referem a esse ilustre filho de Itambé e que adotou Vitória da Conquista como sua terra também.

Presença marcante nas redes sociais, assume a sua posição política de fazer críticas contundentes aos partidos de esquerda, mas massacra o presidente Bolsonaro para desespero dos conservadores e direitistas. Tem ojeriza ao “Lula petismo”, disso ele não abre mão.

Na manhã de hoje, Cassiano, o coronel, insurgiu aos cards que aparecem nos grupos de Whatsapp que dizem “1º de maio, Dia do Trabalhador!”. Ele não admitiu e disse com voz branda, só que enfático:

“Caros amigos de Vitória da Conquista e de toda a região, hoje comemora-se o Dia do Trabalho e essa distinção que eu marco entre o trabalho e o trabalhador, essa ênfase, não é apenas uma questão semântica, é nas implicações ideológicas que ela pontua, porque não é apenas o trabalhador enquanto operário que deve ser lembrado, mas também o empreendedor, aquele, o patrão, o empresário, aquele que embora não derrame o suor como o operário, ele tem a responsabilidade de usar o suor do operário, traduzido e representado pelo dinheiro acumulado em investimentos que pode dar errado e acabar com ele, e pode dar certo e gerar riqueza e bem estar. Então, o empresário e o investidor são pessoas com o mesmo valor, que trabalham do mesmo jeito, então é o Dia Internacional do Trabalho e do Trabalhador.

Sem dinheiro acumulado, sem pesquisa, não existe o progresso, só pra terminar o exemplo aqui, estamos usando celulares de ponta e tecnologia que resultou de dinheiro acumulado, foi dinheiro de empresário, foi dinheiro de banqueiro, por isso que país comunista não tem tecnologia, a não ser quando roubam a nossa, do povo livre.

Para concluir, lembrar a todos que o trabalho liberta, como diz o nazista no campo de concentração, com ironia estou falando isso, mas o trabalho especificamente, é o trabalho que educa, porque o trabalho braçal ele não rende, o trabalho profícuo é o do professor que permite que você enriqueça a população, por isso, se me permitem, eu queria unir o dia do professor ao dia do trabalho, para dar uma ênfase maior a esse profissional admirável que é o professor”, finaliza Cassiano Ribeiro, Coronel Cassu, o atemporal.

1 resposta para ““Hoje é dia do trabalho, não é do trabalhador”, contesta Cassiano Ribeiro, o “Coronel Cassu””

Deixe seu comentário

alessandro tibo


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia