WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

abril 2019
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

pmvc camara vitoria da conquista cicatriza

Dom Pepeu conclama cidadãos a promoverem a paz

Homenagem D_ Pepeu_15_Ago_11_134

Ascom Câmara

O Arcebispo da Arquidiocese de Vitória da Conquista, Dom Luiz Gonzaga Pepeu, aproveitou o momento festivo em comemoração aos 175 anos de emancipação política do maior município do sudoeste baiano para fazer uma reflexão em torno do momento vivido pela nossa sociedade.

“Estamos em um momento de festividade e oração, principalmente pela paz. A violência é grande e está em todas as partes, e nós nesse momento de celebração somos chamados por Deus para orarmos e promovermos o bem”, declarou Dom Pepeu.

Dom Pepeu falou também da importância de cada cristão em não só proclamar a palavra de Jesus, como também vivenciá-la. :: LEIA MAIS »

Conquista realizou evento voltado para gestantes; confira

Neste segundo semestre foi realizado, o 48º Curso de Gestante Sonnar- Da Gestação ao Nascimento -, o evento contou com a presença das mamães e papais de plantão que buscaram em aprender mais sobre o universo da gestação e do bebê.
Estiveram presentes como ministrantes, o ultrassonografista, ginecologista e obstetra, Clodoaldo Cadete; o ginecologista e obstetra, Luciano Matos; o anestesista, José Antonio Rodrigues Pinto; a ginecologista e obstetra, Edney Matos; a neonatologista, Fernanda Habib; e a pediatra, Sumaia Lordelo.
Na ocasião foram apresentados temas como Exames no Pré-Natal, A Evolução do Feto, Parto e Anestesia, Cuidados com o Recém Nascido, e Amamentação.
Confira as fotos:

:: LEIA MAIS »

Rua Carlos Gomes volta a fazer parte do circuito de trios elétricos no Carnaval de 2016

RTEmagicC_9be5ff2eae.jpg

Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo CORREIO)

Por Gilson Santos (iBahia)

Depois de dois anos fora do circuito do carnaval, a Rua Carlos Gomes, no centro da cidade, voltará a fazer parte da festa. De acordo com a assessoria da Prefeitura, houve um pedido das entidades carnavalescas para reativar o espaço.

Desde o carnaval de 2013 os trios que deixam o Campo Grande seguem pela Avenida Sete de Setembro e encerram o desfile na Praça Castro Alves. Com a mudança, os trios voltam a desfilar pela Rua Carlos Gomes. A programação, no entanto, ainda não foi divulgada.

“Houve uma solicitação enviada pelas entidades carnavalescas solicitando a mudança do carnaval para a modelagem anterior e ela foi aprovada pelo Conselho Municipal do Carnaval (Comcar) há cerca de um mês”, afirmou o secretário municipal de Turismo, Isaac Edington. :: LEIA MAIS »

Albene: “Acredito que esteja na hora de mudar é o momento da alternância de poder”

10801626_10205810104155496_4349192482529010961_n

                               Foto: Arquivo Pessoal

A internet foi um dos meios que mais facilitaram a comunicação, principalmente entre as pessoas, hoje é possível rever amigos, descobrir lideranças e pensadores. A partir dela muitos  cidadãos têm demonstrado suas ideologias partidárias, filosóficas e princípios que norteiam cada um.

Albene Ismar é uma dessas figuras no nosso município, um ativo participante da política em Vitória da Conquista, sobretudo em suas discussões.

BM: Albene, você é um crítico contumaz do governo implantado no país. Eu gostaria que você passasse a sua impressão acerca do momento vivido no Brasil?

AI: Massa, eu tenho opiniões, não sou radical, porém, não sou filiado a partido algum, o que aconteceu no Brasil principalmente nos últimos oito anos são situações que nos deixam estarrecidos. Institucionalizou-se a propina, corrupção, não que nunca houvesse existido, sempre existiu desde momentos históricos de nosso país. Existe a corrupção até mesmo dentro do nosso lar em pequenas ações que nem percebemos. Agora tirar bilhões de um país que poderiam ser investidos na educação, no saneamento, nas estradas e infraestrutura para ir para o bolso dos políticos corruptos, é inadmissível. Não entendo o porquê de uma Copa e uma Olimpíada neste momento, ao invés disso, poderíamos estar investindo em escolas e hospitais bem equipados para atender as necessidades da população. Essa transposição do Rio São Francisco, por exemplo, essa é uma situação que já fizemos estudos, eu fiz Engenharia, e até mesmo na década de 50 já tinha se feito uma avaliação quando o rio ainda era de uma grande imponência, hoje o Velho Chico em alguns locais é praticamente um sobrevivente. Devia recuperá-lo, e ao contrário de se gastar tanto, se criarem pequenos canais aqui mesmo na Bahia, e claro, fazer outros estudos para o Nordeste.

BM: Você acredita que se o candidato das últimas eleições, Aécio Neves, vencesse a corrida presidencial ele seria a solução e amenizaria esse quadro atual?

AI: Não seria muito diferente do quadro atual não, teria uma coisa que seria a credibilidade, porém, acho que ele “pulou fogueira” em não se eleger. Tudo que tem estourado e o que pode vir adiante estava maquiado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), eles acham que podem mentir e esconder a realidade. É complicado você achar que se o Aécio entrasse consertaria o que está aí, não ia consertar nada, ao contrário, ele mostraria, mas, o partido atual iria pôr a culpa dessa crise por conta da chegada dele à presidência. O responsável por todo esse momento que enfrentamos é o PT e não começou agora com Dilma não, já vem desde 2008, quando Lula falou que a crise nos EUA era uma “marolinha” e começou a gastar dinheiro de forma desmedida. Não sou contra o Partido dos Trabalhadores, por exemplo, acho a administração de Guilherme aqui na cidade muito boa e não tenho o que reclamar. Claro, existe uma ou outra discordância isso é natural. Penso que é preciso aparecerem novas lideranças, só que hoje em dia está difícil a política está tão “suja” que os novos líderes não querem aparecer ou se misturar nesse meio. :: LEIA MAIS »

Bell lança novo hit para o verão antes de show em Conquista

O cantor Bell Marques acaba de lançar oficialmente a música ‘Desce Coladinho’, composição de Leo Corrêa. A novidade, já vinha sendo testada nas redes sociais foi aprovada pelos fãs e vai ser uma das apostas do artista para o Carnaval de Salvador 2016.

O single também vai integrar o repertório de inéditas do primeiro DVD de sua carreira solo, que vai ser gravado no réveillon do Marina Park Hotel, em Fortaleza, com participação de Wesley Safadão e Oito7Nove4.(Fonte: iBahia)

Cícero Amorim: uma história de dedicação à Conquista

Cicero

Foto: Ascom Câmara

Natural de Afogados de Ingazeira, no agreste pernambucano, o empresário Cícero Amorim traz ao longo de seus 95 anos, a dedicação e luta que o fizeram uma das grandes personalidades de Vitória da Conquista.

Desde sua chegada ao sudoeste baiano são 64 anos dedicados a muito trabalho e esforço, que fazem do proprietário da empresa C Amorim, especializada em acabamentos para construções, uma das figuras mais respeitadas da sociedade conquistense.

BM: Como foi sua chegada a Vitória da Conquista?

CA: Vim por intermédio de meu irmão José Amorim, ele viajando comprou um caminhão em Pernambuco, no ano de 1946, e fez a viagem para São Paulo; o primeiro pau de arara trazido para capital paulista foi com ele.  Meu irmão tinha recém chegado da II Guerra Mundial, onde combateu como soldado expedicionário e nessas andanças após o período em que serviu e já com o caminhão, acabou descobrindo a cidade de Vitória da Conquista. Aqui ele arranjou uma namorada e falou comigo que iria se mudar para cidade, e me perguntou se não tinha interesse em vir com ele, pois o comércio era muito bom.  Eu já tinha começado lá em Ingazeira com uma mercearia e padaria. Mas, resolvi vir para o sudoeste baiano, após conseguir vender meu comércio no finalzinho de 1950, em Pernambuco.

BM: O Seu ramo de negócio sempre foi material de construção?

CA: Logo quando cheguei aqui foi armazém, Silva Cereais, acompanhando um sergipano que vendia de tudo e tinha uns armazéns. Cheguei a ter armazém também, e daí aluguei a fábrica de bebidas Guarani. Fiquei com o armazém e a fábrica que produzia vinhos, cerveja preta e o guaraná Lucy. Depois chegou um camarada com a fábrica de balas Branca de Neve, lá de Caruaru, que depois eu comprei.  Acabei ficando com as duas fabricas só que meu comércio mesmo era o armazém. Já em 1962, fechei o comércio de cereais e passei pra o ramo de ferragens. :: LEIA MAIS »

alessandro tibo
blog do marcelo


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia