WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

junho 2018
D S T Q Q S S
« mai    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

seneca cicatriza

“A OAB está muda e omissa”, diz Gutemberg

4979+7

Foto: Ascom Câmara

Gutemberg Macedo, presidente da OAB de Vitória da Conquista, falou sobre o papel da Ordem na atualidade, problemas enfrentados e qual futuro que espera ser traçado pela instituição.

O presidente encerra seu comando no final deste ano e entrega o mandato para o recém eleito Ubirajara Ávila, no dia 01 de janeiro de 2016.

BM: Nós temos observado a nível nacional que a OAB está ausente das grandes causas. Tanto a Ordem como a CNBB, sempre foram duas entidades que se fizeram presentes em grandes causas em defesa do povo brasileiro.

GM: A OAB vive um momento bem estranho e atípico da sua história é uma instituição que tem mais de 80 anos só considerando o atual formato dela e é um órgão que construiu uma história de lutas democráticas pelo estado democrático de direito. A começar bem lá atrás no período da ditadura de Getúlio Vargas, estado novo, passando pela constituição do país, o combate a ditadura militar, redemocratização do país, diretas já, impeachment de Collor, promulgação da Constituição de 1988 e luta contra tortura. É um histórico de lutas que a credenciaram com uma das instituições mais sérias do país e infelizmente vejo nesse momento uma ausência injustificável da OAB,  a exemplo de um presidente federal da Ordem em pleno exercício do mandato pleitear o cargo de ministro do STF. Eu nunca tinha escutado falar da possibilidade, já que nós representantes da OAB não podemos colocar nossos nomes à disposição de cargos públicos e que dependam de nomeação do chefe do executivo. Por um motivo simples, uma das funções da Ordem é fiscalizar os atos do poder legislativo, executivo e judiciário. É uma instituição não governamental que tem essa atuação histórica. O Ministério Público tem assumido um papel de protagonismo, não porque compete a ele essa responsabilidade, mas, pela ausência dessa luta no combate a corrupção. Nós estamos acompanhando os maiores escândalos que esse país já teve notícia. A OAB está muda e omissa.

BM: Além da Ordem, parece que a União Nacional de Estudantes (UNE) e a Central  Única dos trabalhadores (CUT) também se distanciaram dessas lutas.

GM: É porque quem está no governo na verdade é o Partido dos Trabalhadores, e tem um vinculo histórico com a CUT, UNE e o movimento da esquerda brasileira que não estou aqui criticando, pelo contrário, acho que são posições ideológicas que se encontram, mas, que não se justifica. Nosso país precisa ser visto o quanto antes dentro da linha das lutas democráticas não só de questões político partidárias, mas sim, no que consiste aos princípios   que norteiam a república. Esses princípios não estão sendo defendidos a contento pelo presidente da OAB. A UNE e a CUT também porque os retrocessos que vi na questão dos direitos trabalhistas e a instituição, muda, calada, isso para mim é uma coisa grave. :: LEIA MAIS »

Grupo Independente se mobiliza para eleições municipais de 2016

DSC_0251

Foto: Reprodução

Romilson Filho preside o Grupo Independente que tem também como um dos integrantes o vice-presidente do Partido Trabalhista Cristão (PTC) Marcelo Guerra.

BM: Você conseguiu uma coisa que dentro da avaliação de algumas pessoas parecia impossível dentro do cenário político de Vitória da Conquista. O seu ideal, a sua imaginação é algo hoje palpável, o Grupo Independente existe.

RF: O que motivou a gente a criar esse grupo foi a necessidade de buscar também essa juventude e formar novas lideranças em Vitória da Conquista. O que estava acontecendo aqui era mais ou menos carta marcada para Câmara de Vereadores, onde pouco se mudava e o poder aquisitivo que mandava. Daí, que veio a necessidade de se formar um grupo político intitulado Grupo Independente, juntamos várias siglas partidárias e tivemos a ideia de que esse grupo fosse maior que qualquer nome ou sigla partidária. Isso para buscar uma unidade, e conseguimos, as pessoas entenderão que se a gente formasse um grupo político onde a maioria tivesse uma média de 400 a 800 votos que esse grupo dificilmente teria condições de se eleger disputando com um vereador que tivesse recebido acima de 2mil votos. Era preciso mudar o panorama atual formando um grupo,por exemplo, se na eleição passada existisse esse grupamento e se cada um dos candidatos tivesse 500 votos, ele somaria um potencial de 21 mil votos e com isso se elegeriam três vereadores pelo grupo. Desta forma daríamos oportunidade para essas novas gerações e este é nosso maior desejo, trazer os estudantes de volta à política, novas lideranças com novas ideias, pois, só assim a cidade começa a mudar de verdade.

BM: Você poderia estar dentro de outra sigla que tenha uma musculatura política, como o PMDB, o PSDB, PDT ou DEM. Diferente disso você busca siglas que não tenham ainda uma consistência, o que foi que você viu nisso?

RF: A gente foi atrás de partidos ditos nanicos, porém, com uma grande liberdade e independência, por essa razão surgiu o nome de nosso grupo. Porque é melhor você fazer parte de um grupo de pessoas líderes do que fazer parte de um grupamento com pessoas lideradas. Quando se cria um grupo onde você ouve e todos tem voz e vez, se torna um grupo pensante com várias cabeças pensando e sugerindo. A gente quer independência e essa proposta de buscar um partido que possa seguir e marchar foi uma ideia em comum de todos que fazem parte do GI. :: LEIA MAIS »

Codeba abre concurso para níveis superior e médio com salário de até R$ 4,8 mil

7865786

Foto: Tadeu Miranda

Por Ibahia 

A Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) abriu inscrições de concurso público com vagas para os níveis superior, médio e médio/técnico. Ao todo, serão oferecidas 23 vagas para os diferentes cargos, além da formação de cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 2.494,51 a R$ 4.845,94 e as provas serão aplicadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O período de inscrição irá do dia 7 de dezembro de 2015 ao dia 7 de janeiro de 2016, através site da FGV. A taxa de inscrição custa R$ 50,00 ou R$ 70,00, dependendo do cargo pretendido. As provas estão prevista para serem realizadas em Salvador, no dia 28 de fevereiro de 2016, em turnos diferenciados, de acordo com a ocupação escolhida.

As vagas de nível superior disponíveis são para o cargo de Analista Portuário, nas especialidades: Administrador, Advogado, Analista de TI, Contador, Economista, Engenheiro Civil, Engenheiro Elétrico, Engenheiro Mecânico, Gestão Ambiental, Gestão Portuária e Sanitarista. Também há chances para o emprego específico de Engenheiro de Segurança do Trabalho. :: LEIA MAIS »

“Precisamos de alguém plural que analise o município por todos os ângulos”, diz Onildo

001

Foto: Blog do Anderson

Doutor Onildo Pereira de Oliveira Filho traz no DNA a história do pai, política e da medicina, bioquímico e fundador do laboratório de análises clínicas ,Labo, em Vitória da Conquista, hoje preside o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

BM: O seu nome é uma das novidades no cenário político partidário. O que te levou a presidir o PSDB local?

OP: Como você mesmo salientou acho que tem haver um pouco com a história de meu pai que sempre gostou de discutir política, mas nunca se propôs a colocar seu nome a disposição de qualquer cargo público. Eu também sigo a mesma linha, não podemos deixar a situação da cidade se degradar, temos que pelo menos ter um rumo e não podemos ficar sendo o município do improviso. Estamos começando a ter grandes problemas, no que diz respeito a mobilidade urbana, segurança e educação, se pensamos Vitória da Conquista quanto ao futuro esse último quesito é primordial. Por isso mesmo, não pude mais ficar fora do debate político, eu penso que a cidade não pode ficar na mão de alguém que seja o “salvador da pátria”, precisamos de alguém plural que analise o município por todos os ângulos. Necessitamos que a população discuta cada um desses temas para que se comprometam e isso possa acontecer. Foi nesse sentido que me propus a assumir a presidência do partido e em momento algum coloquei meu nome como possibilidade a uma candidatura. Quero discutir a mobilidade urbana, a educação e outros temas importantes para nosso município.

BM: Nas duas eleições passadas o seu nome foi colocado na ordem do dia como candidato à prefeitura. Hoje, mesmo esse tempo passado o seu nome continua em pauta e há uma expectativa no PSDB que o seu nome seja lançado como candidato do partido em Vitória da Conquista. Existe essa possibilidade ou é completamente inviável?

OP: Eu não me disponho a estar nessa linha de frente completamente e também não me sinto preparado para exercer um cargo nessa função. A primeira coisa que acho que se precisa para ser prefeito dessa cidade é abdicar de sua privada ou praticamente 90 % dela, dos seus negócios e se dedicar exclusivamente à cidade. A nossa cidade é um local que tomou um corpo e exige um gestor ou grupo de gestores com dedicação exclusiva. Acho também completamente errado, e isso faz parte do momento em que vivemos de que exista um “salvador da pátria”, coisa que não existe, pois, ninguém consegue isoladamente decidir o futuro da cidade e o destino das pessoas que estão nascendo hoje. Temos que pensar o que queremos deixar de legado para essas pessoas no futuro. :: LEIA MAIS »

Cassiano: “Eu não acredito que a verdade seja um fruto da troca de opiniões”

11082616_10206633342294233_783864953234866463_n

                  Foto: Arquivo Pessoal

Cassiano Ribeiro, uma pessoa destacável e de uma inteligência inigualável e que a sociedade, pelo menos que ainda não teve a oportunidade, precisa conhecê-lo.

BM: A nossa querida Itambé que você aproveita e faz referências a mim, quando você lembra daquela cidade acaba se lembrando de um passado não muito distante, mas que foi bacana. Por que Itambé?

CR: Itambé representa no meu imaginário um período de formação que é imprescindível no trabalho de todo artista, porque todo escritor tem que ter entre outras criações dele, de gêneros diversos, uma identidade. E essa identidade você encontra nos primeiros anos de vida. Então, sou aquele “menino de rua” de Itambé, de beira de rio, cheio de artes e de poucos recursos, dentro de uma sociedade agrária de valores tradicionais e de muita perversão também, como válvula de escape de um mundo asfixiante. Eu tento traduzir isso em filosofia e literatura tentando dar uma vestimenta e conotação universal que possa agradar aos conquistenses, aos soteropolitanos, aos cariocas e ao mundo. Porque todos nós trazemos uma Itambé, uma Vitória da Conquista, todo escritor tem no seu imaginário um berço que é motivo inclusive da nostalgia.

BM: Interessante que esse menino de rua do qual se refere pode assumir uma conotação de um andante ou um excluído. Mas, no seu caso, essa palavra foi empregada para descrever um menino que tinha liberdade?

CR: Não só essas situações, como também com liberdade para fugir com uma corista de circo, a qual me apaixonei, e os meus pais foram de carro me apanhar numa cidade bem distante porque estava encantado por essa moça e queria morar no circo. É o menino de rua não estereotipado, vitimado da sociedade, com excesso de liberdade, um menino que a casa não cabia, pois, tinha tempo para viver a casa, a família e o mundo da empiria selvagem, que só nos pistoleiros e “puteiros” do sudoeste fui realizar. :: LEIA MAIS »

PSB realiza seminário com participação de Alexandre Pereira neste sábado (12)

12301454_842886179165808_5811478955141729405_n

                                              Foto: Divulgação

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) realiza no próximo sábado (12), na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, um seminário sobre reforma política. Dentre os convidados está o advogado e recém-filiado ao partido Alexandre Pereira.

A solenidade está marcada para se iniciar às 8h30 e com término previsto para as 12h. O evento é aberto ao público e deve contar com a presença de  pré-candidatos a vereador pelo PSB e demais partidos.

Dr. Tibo mostra os novos métodos no tratamento de varizes

unnamed

    Foto: Arquivo Pessoal

Dr. Alessandro Tibo, angiologista, está há 12 anos em Vitória da Conquista. O médico é natural de Guanambi, no sudoeste baiano.

BM: Como você encara hoje sua nova cidade evidentemente sem esquecer sua terra mãe?

AT: Estou há praticamente 13 anos em Vitória da Conquista, me sinto um conquistense e estou realizado aqui. Meu plano é permanecer na cidade até o resto dos dias.

BM: Guanambi é uma cidade próspera e já é uma realidade, uma joia fincada no sertão. O que foi que fez com que você viesse para Vitória da Conquista?

AT: Na verdade meu intuito era voltar para minha terra natal, no entanto, quando terminei minha residência médica, Guanambi estava muito precária naquilo do que poderia fazer em termos da medicina. Aqui em Vitória da Conquista tinha uma estrutura melhor e me oferecia as melhores condições de trabalho, optei por vir para cá nesse sentido de poder desempenhar um melhor trabalho naquilo que eu me preparei e idealizei. Era a realização de um sonho conciliando com um trabalho digno. :: LEIA MAIS »

Cheiro lança nova música para o verão 2016

0000443

                                           Foto: Divulgação

A banda cheiro de amor lançou sua aposta para o verão de 2016, a música “Dodói”. O grupo liderado pela cantora Vina Calmon traz nessa nova canção uma mistura do axé com o arrocha em uma melodia bem dançante.

A música traz em sua letra uma fase “pós-sofrência”, que é a superação por um relacionamento frustrado e a volta por cima após o término.

Vina vem se destacando dentre as novas vozes do axé e vem respondendo à altura a responsabilidade de assumir os vocais de uma das bandas mais tradicionais da Bahia.  :: LEIA MAIS »

Florisvaldo: “Ainda temos muito oferecer a sociedade porque não identificamos algo novo nas forças de oposição”

0014

                            Foto: Ascom Câmara

Natural de São Miguel das Matas, no recôncavo baiano, o vereador Florisvaldo Bittencourt sempre esteve à frente de movimentos sociais ligados a Igreja Católica, especialmente nas Comunidades Eclesiais de Base (CEB’S) e Movimento Familiar Cristão (MFC). O edil iniciou sua trajetória na política no PT e integrou a equipe do Governo Participativo na Coordenação de Serviços Básicos.

BM: A primeira coisa que pude notar foi a sua atenção com as pessoas que lhe abordavam na escada, vejo que o mandato do vereador é uma entrega, um sacerdócio.

FB: Primeiramente o vereador precisa compreender que ele foi eleito pelos eleitores e a Câmara Municipal é a representação máxima do povo. Nós temos que ouvir, mesmo que em determinada situação o cidadão não tem uma posição mais correta e temos que orientar estas pessoas porque estamos a serviço da sociedade.

BM: Você por muitas vezes é um vereador inquieto força às vezes a discussão política onde a sua ideologia se faz presente. Esse seu comportamento a que se atribui?

FB: A minha formação vem a partir das comunidades eclesiais de base da Igreja Católica, dos movimentos sociais, e foi isto que me formou em um militante político antes mesmo de me filiar ao PT e chegar ao cargo de vereador. Meu perfil é o mesmo da inquietação da sociedade, ela eu entendo que é inquieta por natureza. Se fui eleito por esse povo inquieto então tenho que demonstrar sempre a inquietação destes cidadãos. Isso por vezes incomoda as pessoas que acabam não compreendendo e achando que é um perfil polêmico. Só que como vamos mudar a sociedade se não atacarmos os vícios do sistema? Então, entendo que o papel do vereador é de inquietude e de provocar discussões. :: LEIA MAIS »

Bell Marques é uma das atrações principais do Maracubom

12348278_926696477378151_539485926_n

                                      Foto: divulgação

O cantor Bell Marques é um dos principais convidados do Maracabom, evento que acontece nos dias 25 e 26 de dezembro, no Clube Tio Dedé, em Livramento de Nossa Senhora. O time de atrações é formado também pelo grupo Trio da Huanna, Papazzoni, Top da Galáxia e a banda Djuamba, que se apresenta no dia 26, no Mega Trio Gêmeos, marcando presença na avenida. :: LEIA MAIS »

alessandro tibo
blog do marcelo


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia