DF044BCC-9B54-4FD4-BF40-8A1108A7CF3E

O presidente da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, Carlos Dudé, traz de volta uma luta antiga: de se criar em nosso município uma Secretaria de Esportes, disvinculada de qualquer outra pasta, com autonomia para atuar junto aos jovens e também dar vazão ao sentimento nobre dos mais adultos que enxergam no esporte uma fonte viva de uma vida saudável.

A audiência aconteceu ontem, dia 13/09/21, e o presidente assim se pronunciou:

“Nós precisamos de uma Secretaria com dotação orçamentária própria, para que a gente possa desenvolver aquilo que é mais barato no serviço público, que é o desenvolvimento do esporte, nada é mais barato que o esporte. Se você tem uma bola, um uniforme, um troféu e uma medalha, você faz a alegria dos desportistas ligados ao futsal, ao basquete, ao vôlei. Se você tiver ali os aparatos da capoeira, se tiver ali o berimbau, a sinalização da roda de capoeira para a apresentação do que temos de melhor, para ele dizer: aquele espaço é meu, é o espaço da capoeira.

Eu quero clamar, meu querido secretário de Cultura, clamar ao poder público municipal, mande para esta casa e aqui nós destrincharemos e aprovaremos por unanimidade a criação de uma Secretaria de Esportes para Vitória da Conquista”.

Dudé destacou ainda as dificuldades que os atletas de Conquista experimentam para participarem dos diversos campeonatos de caráter nacional: “sempre com a cuia na mão, pedindo dinheiro para viajar. O que nós queremos é uma Secretaria com verba própria para fazer mais e mais pelo esporte”. Durante o seu pronunciamento, o vereador enalteceu a figura de Ednaldo Rodrigues, hoje presidente da CBF, e dos irmãos Nogueira, Minotauro e Minotouro, todos filhos de Conquista.