IMG-20200116-WA0056_compress17

Depois de atritos com o PSL, partido que o levou à presidência da República, Jair Bolsonaro rompeu com a sigla e convocou o seu exército de seguidores para, junto com ele, criarem um elo, formarem uma corrente e constituírem uma aliança partidária para já nas eleições de 2020 lançarem candidaturas próprias.
Embora o PSL tenha abrigado a candidatura do Capitão Jair Bolsonaro, não foi ele, o partido, o responsável pela vitória do então deputado. Ele seria eleito por qualquer agremiação que não fosse de esquerda.Aliança Pelo Brasil, cujo número de registro é o 38, é o partido pelo qual o presidente pretende ser candidato à reeleição e também espera eleger prefeitos e vereadores nas eleições de outubro próximo. Aqui em Conquista, admiradores do presidente Jair Messias Bolsonaro já movimentam uma caravana para marcarem presença em Salvador, no Hotel Fiesta, onde ocorrerá um ato de apoio à criação do novo partido.
Hoje, no nosso programa Agito Geral, entrevistarei representantes do movimento que seguirá no próximo dia 25 de janeiro para a capital da Bahia.