52022405-7B39-415C-A69A-5733FB784D6E

A vida é uma escola, quem traz, acaba levando também. Quando o Coletivo, composto por escolas da rede privada de educação, convidou o César Callegari para abrir a programação do Primeiro Encontro de Educação do Sudoeste da Bahia o fez na certeza de que estava trazendo um dos grandes expoentes da educação no Brasil, homem de larga experiência no setor, de um currículo admirável. Fez jus a expectativa de todos, falando para um auditório repleto de educadores, num ambiente fraterno, cujo espaço fora cedido gentilmente pela direção do Colégio Paulo VI, a palestra transcorreu num clima de grande comemoração pela participação maciça da classe de professores e gestores.

Callegari conseguiu calar o auditório que o ouvia admirado, cada gesto, cada palavra, impressionava a todos. O seleto público não estava ali para bater palmas para um palestrante apenas voluntarioso, que discursava para um grupo de professores e estudantes insatisfeitos com os rumos da educação no país que teima em não mudar, que os governantes ao longo dos tempos insistem em desprezar o verdadeiro objetivo do ensino, seja público ou privado. Não importa, professores, estudantes, gestores e por fim, a Educação tem por objetivo transformar e melhorar a vida das pessoas. Plateia e convidado era um corpo só, um só pensamento, todos experimentam as mesmas angústias, as mesmas preocupações. A fala do ilustre educador ficou impregnada nos ouvidos de todos.

Uma noite que deverá ser repetida em outras oportunidades. Aliás, os organizadores do Encontro ficaram felizes ao ouvir daquele que veio para compartilhar e também ensinar: “o que vimos aqui deverá servir de exemplo para outros lugares”, ele afirma o que o Coletivo sabe, Conquista saiu na frente com um evento com esse propósito, na Bahia, talvez, no Brasil.