ABA22FCE-089A-4C5C-9BE7-A1F490A856C8

Dr. Armênio Santos, médico oftalmologista, é de família tradicional de Vitória de Conquista, tem relação estreita com a política conquistense, já participou dos governos de Raul e Pedral, inclusive foi secretário de Saúde do último e foi um dos coordenadores da campanha vitoriosa de Waldir Pires ao governo do estado. Diz a lenda que o ex-prefeito Guilherme Menezes foi apresentado a Pedral por intermédio de Armênio, que sugeriu o seu nome para compor a Secretaria de Saúde naquela época.

Depois de muito tempo fora de Conquista, o médico que incentivou as associações de bairros na cidade retornou no início de 2015 colocando o seu nome como opção para suceder o prefeito Guilherme Menezes. Compôs com o então candidato Herzem Gusmão e passou a ser um dos artífices da sua campanha. Jânio Freitas, um exímio observador político, via no médico vascaíno o futuro secretário de Saúde do atual prefeito. Não só Jânio, mas muita gente fazia a mesma leitura. Depois de Ceres, Juca e por último Ramona, chegou a vez de Armênio?

Na entrega da Praça Norberto Aurich ele fez parte da comissão de frente, esteve ao lado do prefeito e da viúva do homenageado, de quem é parente. Quinta-feira, quando da entrega da Praça Vítor Brito, lá estava Armênio Santos na primeira fila, sentado ao lado de Murilo Mármore, chefe de Gabinete Civil. Voltando um pouco atrás, ao lado do staff administrativo do prefeito, olhe ele de novo aplaudindo a entrega do Aterro Sanitário.

Armênio é daqueles que afirma em alto e bom som e o faria pelos microfones da Super Vox, de Dete e Dozinha Botelho: “Herzem está fazendo um governo que o credencia a ser reeleito, só quem não enxerga é a oposição, mas ela cumpre o seu papel de não reconhecer o óbvio“. Assegura, quem sabe, o novo comandante da pasta da Saúde do município.