IMG-20190313-WA0017

Parecia bem mais velho, o tempo não lhe foi muito companheiro. Castigou-o bastante. Eurico Miranda partiu aos 74 anos, mas parecia estar com 90.

O polêmico dirigente vascaíno marcou a sua vida como o maior e mais apaixonado dirigente do futebol brasileiro. Ele brigava contra tudo e contra todos, o Vasco sempre foi a sua grande paixão. Para ele “os fins justificavam os meios”, o importante era o Gigante da Colina vencer. A principal bandeira de Eurico sempre foi o Clube de Regatas Vasco da Gama, seu grande estandarte.

IMG-20190313-WA0018

Morre o dirigente, mas continua vivo o nosso time querido. O currículo de Eurico Miranda simboliza a sua história:

1986 a 2014 – Conselheiro do Club de Regatas Vasco da Gama

1986 a 2000 – Vice Presidente de Futebol do Club de Regatas Vasco da Gama.

1988 – Recebeu o título de Benemérito do Club de Regatas Vasco da Gama.

1989 – Ocupou o cargo de Diretor de Futebol da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

1990 – Recebeu o título de Grande Benemérito do Club de Regatas Vasco da Gama.

1992 a 2000 – Segundo Vice-Presidente Administrativo do Club de Regatas Vasco da Gama.

2000 – Eleito através de sua chapa presidente do Club de Regatas Vasco da Gama.

2001 a 2003 – Presidente Administrativo do Club de Regatas Vasco da Gama.

2003 – Eleito através de sua chapa presidente do Club de Regatas Vasco da Gama.

2004 a 2006 – Presidente Administrativo do Club de Regatas Vasco da Gama.

2006 – Eleito através de sua chapa presidente do Club de Regatas Vasco da Gama.

2007 até o golpe político em junho de 2008 – Presidente Administrativo do Club de Regatas Vasco da Gama.

2010 – Eleito Presidente do Conselho de Beneméritos do Club de Regatas Vasco da Gama.

2013 – Reeleito Presidente do Conselho de Beneméritos do Club de Regatas Vasco da Gama, sem oposição

2014 – Eleito através de sua chapa presidente do Club de Regatas Vasco da Gama.

2015 a 2017 – Presidente Administrativo do Club de Regatas Vasco da Gama.

Eurico Miranda – Títulos no Futebol Profissional:

1986 – Campeão da Taça GB

1986 – Campeão do Torneio de Juiz de Fora – Minas Gerais

1987 – Bicampeão da Taça GB

1987 – Bicampeão do Torneio de Juiz de Fora – Minas Gerais

1987 – Campeão da Taça TAP – EUA

1987 – Campeão da Copa de Ouro – EUA

1987 – Campeão Carioca

1987 – Campeão do Troféu Ramon de Carranza – Espanha

1988 – Campeão da Taça Rio

1988 – Campeão do 3º Turno

1988 – Bicampeão Carioca

1988 – Bicampeão do Troféu Ramon de Carranza – Espanha

1989 – Campeão do Torneio de Metz – França

1989 – Tricampeão do Troféu Ramon de Carranza- Espanha

1989 – Campeão Brasileiro

1990 – Campeão da Taça GB (INVICTO)

1990 – Campeão do Troféu Adolpho Block – Rio de Janeiro

1991 – Campeão do Torneio da Amizade – Gabão

1992 – Campeão da Copa Rio (INVICTO)

1992 – Campeão da Taça GB (INVICTO)

1992 – Campeão da Taça RIO (INVICTO)

1992 – Campeão Carioca (INVICTO)

1993 – Bicampeão da Taça Rio

1993 – Bicampeão Carioca

1993 – Campeão do Torneio João Havelange – RIo/SP

1993 – Campeão do Troféu Ciutat – Espanha

1993 – Campeão do Troféu Cidade de Zaragoza – Espanha

1993 – Bicampeão da Copa Rio

1994 – Campeão da Taça GB (INVICTO)

1994 – Tricampeão Carioca

1995 – Campeão do Torneio Palma de Mallorca – Espanha

1997 – Campeão do 3º Turno

1997 – Campeão Brasileiro

1997 – Torféu Bortolloti – Itália

1998 – Campeão da Taça GB

1998 – Campeão da Taça Rio

1998 – Campeão Carioca

1998 – Campeão da Taça Libertadores

1999 – Campeão do Torneio Rio-SP

1999 – Campeão da Taça Rio (INVICTO)

2000 – Campeão da Taça GB (INVICTO)

2000 – Campeão da Copa Mercosul

2000 – Campeão Brasileiro

2001 – Campeão da Taça Rio (INVICTO)

2003 – Campeão da Taça GB

2003 – Campeão da Taça Rio (INVICTO)

2003 – Campeão Carioca

2004 – Campeão da Taça Rio

2015 – Campeão Carioca

2016 – Campeão da Taça GB (Invicto)

2016 – Bicampeão Carioca (Invicto)

2017 – Campeão da Taça Rio

TOTAL: 51 Taças (37 oficiais)

PS: Em 1996, após intenso trabalho de Eurico Miranda e de seu filho, o hoje professor doutor em História, Mario Angelo Brandão de Oliveira Miranda, o título Sul-Americano Invicto de 1948 foi oficializado pela Conmebol e posto com status de Libertadores.