4F60E48C-795D-44CD-A226-5335EC8DBA47

O baiano é apaixonado por futebol. Em Salvador, a dupla Ba x Vi consegue lotar a Fonte Nova e o Barradão devido a rivalidade secular entre as duas equipes e que acabou monopolizando as atenções de todos os envolvidos no futebol profissional. Está impregnado nos corações dos rubronegros e dos tricolores a paixão pelo futebol, um sentimento que diferencia de grande parte do Brasil, onde a massa apaixonada extrapola as suas ações e transformam as arquibancadas em campo de guerra. Por aqui é na base do “paz e amor”, evidente que alguns saem da linha, mas não conseguem nos colocar na triste realidade de torcedores violentos.

Bahia e Vitória conseguem atrair o torcedor mesmo concorrendo com um belo domingo de sol ou mesmo quando as feras do axé realizam os seus shows. Não, não é o que vocês imaginam, o baiano sabe dividir o seu tempo, dá pra curtir a praia, em seguida encher o estádio e depois comemorar a vitória do seu time ao som da música baiana que não deixa ninguém parado.

Enquanto isso, o torcedor do interior vive a expectativa de ver o seu time desbancar as duas forças da capital e chegar ao título tão sonhado para começar a fazer história. Na capital do Sudoeste da Bahia, o Vitória da Conquista está na expectativa de avançar na disputa e enche de esperança a torcida criptonita que sonha com um título de campeão de futebol profissional.