610494BE-B8A6-46F4-BD9D-D650E503E443

Os eleitores de Bolsonaro criam tanto na vitória que desde às 15h já estacionavam os seus automóveis ao longo da Avenida Olívia Flores. Os carros de som, paredões e também um trio elétrico se posicionaram e davam ideia que aconteceria no início da noite uma micareta.

815B1C07-1011-409A-9EC8-1399BFA5D470

E foi assim, uma multidão deu a largada para uma festa que se prolongaria até tarde de uma noite que marca uma nova era na história política do Brasil. Depois de eleger sucessivos governos petistas, muda de rumo, vai por outro caminho, envereda por outro norte e elege um presidente com outro discurso, com outra proposta e mostra definitivamente que o humor do eleitor brasileiro não é tão ideológico assim. O mesmo eleitor que deu crédito à Lula um dia, tomou-lhe de volta o cheque em branco e entregou ao militar, ao capitão, que começou sozinho e foi construindo ao seu lado pelotões enormes de seguidores e terminou a campanha com um exército de nacionalistas acreditando que um “novo Brasil é possível”.

2F0721B3-0557-4E3C-BBF1-FD2BBDCDEB67

A festa tem dono, é de Bolsonaro e dos seus apaixonados eleitores. Foi festa por todo o Brasil. Em Conquista não foi diferente.