B6D98C36-7F63-416E-AC10-9347857B1439

Na manhã de ontem o Partido dos Trabalhadores e demais siglas que defendem a chapa Haddad e Manuela para dirigir os destinos do Brasil, após findado o governo Temer, movimentaram as ruas de Vitória da Conquista acreditando na virada das urnas que já apontavam uma vitória tranquila de Jair Bolsonaro, conforme pesquisas apresentadas pelos diversos canais. “Estamos confiantes na virada, a nossa militância acredita e passa esse sentimento para o povo brasileiro. Não podemos retroceder. A nossa democracia foi conquistada a duras penas. Vamos ganhar as eleições”, diz Jânio Freitas, um dos mais apaixonados petistas, mas que consegue conviver bem com os mais diversos setores da política conquistense.

5E8F8BCA-CF4B-4315-B86A-935B2201761E

Professores, estudantes, cidadãos comuns, mas também figuras da linha de frente do staff político da esquece  como os deputados Waldenor Pereira, José Raimundo e Fabrício Falcão, além do ex-prefeito Guilherme Menezes, Rudival Maturano, Edvaldo Alves, Elias Dourado e Marcos Andrade, ambos do PCdoB, e intelectuais e historiadores, a exemplo do advogado Rui Medeiros e dos professores Belarmino e Carlos Alberto, o Cacá, se fizeram presentes no ato.

6373A184-3F7D-44AB-8A05-A654C5C2182E

Os professores José Carlos Oliveira e Genivan Neri, os dois do PSB, advogam uma conversa ampla entre todos os partidos de esquerda visando as próximas disputas eleitorais. Eles acreditam que “vamos virar, o clima é esse em todo o Brasil”, ideia compartilhada pela psicóloga Monalisa Barros que classifica o candidato Haddad como “cosmopolita, preparado, sensível, governou a principal cidade do país. Votar nele é evitar a barbárie”.

14417BB2-B47F-48FD-83DB-2163EA7F9BCD

Enquanto isso os seguidores de Bolsonaro preparavam uma carreata que partiria da Av. Olívia Flores.

B451408D-E5AB-46A8-A09B-F87276842672