622_294199cc-752c-3ea5-a600-d30da7499962-1por Celso Rios

Dos quatro times que disputavam a Copa Sulamericana 2016, apenas dois avançaram para as quartas de final da competição, as equipes da Chapecoense e Coritiba, ambas do sul do país.

A ‘Chape’ enfrentou o time do Independiente (Argentina) e após novo empate, pelo placar de 0x0 no tempo normal, conseguiu vencer nos pênaltis por 5×4. O destaque do confronto ficou a cargo do goleiro Danilo, com quatro penalidades defendidas, fazendo a festa na Arena Condá. O próximo adversário da equipe de Santa Catarina será o Junior Barranquilla, da Colômbia.

Já na Argentina, o Coritiba visitou a equipe do Belgrano e também conquistou uma heróica classificação diante de uma inflamada torcida do time visitante. O jogo terminou com vitória da equipe Coxa Branca, pelo placar de 2×1 diante de “los Hermanos”, com o resultado a equipe curitibana reverteu à vantagem do time do Belgrano que havia vencido, no Couto Pereira, pelo placar de 2×1. Com a soma dos placares, a decisão foi para os pênaltis, melhor para a equipe brasileira, que mesmo perdendo o primeiro pênalti se manteve calma e foi salva com duas defesas pelas mãos do experiente goleiro Wilson.

Mesma sorte não tiveram as equipes de Santa Cruz (PE) e Flamengo (RJ). O time cobra coral foi valente e viu um Grafite muito inspirado, mesmo após três meses de jejum, o atacante assinalou três gols na mesma partida. O resultado de momento classificava o time pernambucano, mas, o jogador Ibarguen apareceu e atrapalhou a festa dos nordestinos. Mesmo com o placar de 3×1, a equipe coral não avançou, pois, havia perdido por 2×0, no Estádio Atanasio Girardor, na Colômbia. Festa do Independiente Medellín em pleno Gigante do Arruda.

Outro resultado surpreendente foi a classificação do Palestino, a equipe Chilena não tomou conhecimento do Flamengo, e ainda no primeiro tempo fez os dois primeiros gols da partida, assinalados por Cereceda e Valencia. O time carioca descontou com Alan Patrick em cobrança de pênalti, mas, mesmo tendo vencido a primeira partida por 1×0, no Chile, o rubro-negro foi desclassificado. Com a derrota por 2×1, no Kléber Andrade, em Cariacia (ES), o time do RJ se despede mais uma vez nas oitavas de final da competição.